segunda-feira, 29 de março de 2010

Os Superpoderes da Linhaça

A linhaça é uma sementinha poderosa. Em doses diárias, ajuda a emagrecer, protege o coração e combate a TPM

Por: Gabriella Araujo

Fonte de ômega 3
Um dos grandes trunfos da linhaça, ou semente do linho, é ser a maior fonte de ômega 3 existente na natureza, ácido graxo que é tiro e queda contra inflamações. Além disso, ela é considerada um alimento funcional. Isso significa que, além de seus nutrientes básicos, traz benefícios à saúde comprovados pela ciência. Isso, claro, se for consumida diariamente.

Reduz medidas
Por ser rica em fibras – tem cinco vezes mais que a aveia –, é ótimo componente alimentar para quem quer perder uns quilinhos. A fibra aumenta a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa coma menos. A semente também contém substâncias que estimulam a produção de um hormônio controlador do apetite.

Amiga do peito
A mais surpreendente descoberta feita sobre a linhaça é que combate o câncer de mama. Estudo feito por cientistas em pacientes com esse tipo de câncer comprovou que a lignana, substância presente na semente, barrou a metástase, ou seja, evitou que as células cancerígenas se espalhassem pelo organismo. A lignana faz o papel do hormônio feminino estrógeno: funciona como um “falso hormônio”, que os especialistas chamam de fitoestrógeno. A linhaça também diminui o risco de tumores de próstata e cólon.

Coração protegido
O cereal contém de 40 a 50% de óleo vegetal em sua composição (ômega 3 e ômega 6). Essas gorduras do bem diminuem o colesterol protegendo as artérias do coração e também os neurônios.

TPM bem longe
Comer linhaça regularmente tem efeito cumulativo. Duas colheres de sopa da semente por dia durante pelo menos dois meses fazem milagres contra os sintomas pré-menstruais. O responsável é o ômega 6, óleo vegetal que estabiliza as funções hormonais.

Pele maravilhosa
Cientistas alemães descobriram que o ômega 3 da linhaça atua nas membranas celulares melhorando a irrigação do sangue entre elas. Resultado: pele mais viçosa e hidratada. A semente também ajuda no funcionamento intestinal, o que acelera a eliminação das toxinas.

Em cápsulas ou crua?
Nutricionistas recomendam a ingestão da semente crua, integral e triturada. Embora você encontre o óleo da linhaça em cápsulas ou vidros, ele perde várias das substâncias boas contidas na semente se for consumido assim. É um concentrado de ômega 3 e só deve ser usado sob orientação médica.

Mas tem que usar direito
O melhor é triturar as sementes no liquidificador. É que a casca da linhaça é resistente e pode passar intacta pelo aparelho digestivo, deixando de liberar as substâncias benéficas ao organismo. É importante consumi-la logo após ser moída. A semente é muito suscetível à oxidação e isso pode diminuir os efeitos “do bem”.Misture o cereal em sucos, frutas, iogurte ou saladas. Utilize de uma a duas colheres de sopa por dia (entre 25 e 50 gramas). Mais do que isso, só com ordens médicas. Motivo: o consumo exagerado, em vez de trazer benefícios, pode prejudicar a saúde. Embora contenha substâncias que previnem contra doenças letais, a linhaça também carrega compostos que podem interferir na absorção de nutrientes.

Fonte: Dra. Kelly Fu, nutricionista especialista em fitoterapia funcional, da clínica Emex Nutrição Orientada

Publicado no Site = Revista Gloss

Nenhum comentário:

Postar um comentário